Quinta-feira, 14 de Julho de 2011
Até sempre, Harry Potter

Por momentos pensei que não fosse assistir a estreia do filme, cheguei ao Vasco da Gama perto das 11:30 para ir assistir á sessão das 13:00 e fui apanhada de surpresa, estava tudo esgotado, duas sessões seguidas, mais de 200 lugares esgotados, só havia a sessão das 23:20 e mesmo assim já tinha alguma lotação. Achei mesmo que hoje seria impossível ver o filme porque tanto ansiei. Nunca na minha vida fiquei tão desesperada por não ver um filme. Mas vi no Colombo :)

 

 

 

E não podia ter ficado mais satisfeita. Nunca tinha assistido a um filme num ambiente tão harmonioso, a sala estava cheia e a partir do momento em que o filme começou fez silêncio absoluto. Toda a sala estava em perfeita conexão, as gargalhadas ouviam-se exactamente nos mesmos momentos, o medo prendiam-nos ao mesmo tempo, tudo estava ligado e em perfeita sintonia. Mas, o que mais me tocou foi sem duvida as palmas que no final do filme se fizeram ouvir, era sem duvida um sinal de respeito e de amor, um sinal de quem viu e gostou.

Fiquei com tanta pena do Snape que quase chorei, o seu amor pela Lilly e o respeito pelo Harry fez-me sentir remorsos por o ter odiado. Foi sem duvida o mais valente e corajoso feiticeiro de toda a saga. E sempre manteve fiel ao Dumbledor, sempre. A única critica que me vejo obrigada a fazer deve-se á rapidez com que encontraram os Horcruxes, levaram um filme inteiro para encontrar e destruir um deles, e neste ultimo filme acabaram com os restantes quatro, como é óbvio não estava a espera de outra coisa, mas pronto. Foi muito rápido, apenas muito rápido. A banda sonora estava fenomenal, como sempre não podia estar melhor e os efeitos especiais? Estiveram á altura. O director e realizador foi o mesmo que o do quinto sexto e sétimo 1ª parte, David Yates, e embora tenham sido filmes bem mais violentos que os primeiros quatro, posso dizer que preferi este realizador. Toda a acção ficou reservada para esta ultima parte do filme o que fez com que a primeira ficasse mas vazia. Gostei muito do pormenor da pedra de resureição "i open at the close"; gostei que o meu Dobby tenha sido recordado como o amigo que foi; gostei da compaixão pelo Snape que o Harry demonstrou; amei. 

e agora pode-se dizer que chegámos ao fim, tudo acabou. 14-07-2001 o adeus a Harry Potter?

 

Huum, não me parece.

 

Harry Potter: You’ll stay with me?
Lily Potter: Always.
Sirius Black: Until the end.


 

Até sempre, Harry Potter, Hermione Granger, Ronald Weasley, Luna Lovegood, Longbottom, professora Minerva McGonagall,  Regulus Black, Remo Lupin, Rúbeo Hagrid, professor Albus Dumbledore, Cho Chang, Gina Weasley, Tonks, professores Moody e Snape, Draco Malfoy, Lord Voledmort, a todos um até sempre

 

 

 

              

 

 

Até sempre :)



publicado por loucuras de uma mente sã às 21:47
link do post | favorito

De J. a 15 de Julho de 2011 às 23:01
ps: adoro o visual daqui (:


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

Acesso restrito aos (meus...

Até sempre, Harry Potter

arquivos

Novembro 2011

Julho 2011

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds